quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

VEREADORES OPOSICIONISTAS EDMILSON CAVALCANTE E JACKSON FREITAS REPUDIAM DECLARAÇÕES DO PRESIDENTE DA CÂMARA DE VEREADORES DE RIACHO DA CRUZ

Vereadores Edmilson e Jackson, ambos do PMDB

Os vereadores Edmilson e Jackson, membros do PMDB, vem a público repudiar as declarações do vereador e presidente da Câmara Municipal de Riacho da Cruz, Cláudio Uberlane de Sá, ao declará que os vereadores oposicionistas não tem compromisso e respeito com a população riachocruzense, onde de acordo com o vereador Edmilson: “quem realmente não tem respeito e compromisso com os munícipes são os vereadores situacionista, que desde o início desta legislatura vem prejudicando a população  com a aprovação de projetos de lei que só oneram a vida dos moradores de nossa cidade onde podemos citar como exemplo a aprovação da contribuição de iluminação pública, a aprovação da cobrança do IPTU, a redução das gratificações dos professores, isso sim que é prejudicar a população”, declarou o vereador Edmilson Cavalcante.

Segundo os vereadores peemedebistas, com relação ao projeto de lei apresentado e aprovado pela situação, projeto semelhante a este foi aprovado ano passado (2015) onde na exposição de motivos, este justificava que seria para suprir as necessidades temporárias da administração enquanto o concurso público não era realizado, porém a Chefe do Executivo local não realizou o referido concurso, mesmo este tendo sido aprovado pela Câmara, e de forma inconveniente e inoportuna apresenta um novo projeto de lei para contratação temporária de servidores mesmo tendo o conhecimento de que esta prática não é aceita pelo ordenamento jurídico vigente em ano eleitoral, o que não resta outra alternativa a não ser provocar o judiciário para que este analise a legalidade de tal projeto aprovado pela base aliada da prefeita.

Ainda de acordo com os vereadores oposicionistas, o não comparecimento a sessão se deu como uma forma de protesto e respeito aqueles que desde o ano passado aguardam pela realização do concurso público, onde é cobrado diariamente pela população que lhes indagam porque a prefeitura ainda não realizou o concurso público, mesmo este tendo sido aprovado de forma unânime por todos os vereadores, o que para nós a prefeitura jogou um “balde de agua fria” no sonho de adquirir uma estabilidade no serviço público de muitos que sonhavam com esse concurso, disse o vereador Edmilson.  

Finalizou o vereador Edmilson dizendo que, “desde o início do seu mandato teve vários requerimentos e projetos de lei rejeitados pela Câmara, pelo simples fato de ser oposição, onde quando foi apresentado projetos de lei que beneficiou a população este vereador não se eximiu de votar a favor nem o seu colega de partido Jackson Freitas”, citando como exemplo a aprovação do projeto de lei que cede as maquinas do PAC-2 a particulares e/ou entidades públicas, regulamentando, assim, a utilização das citadas máquinas. Relata, ainda, os vereadores oposicionistas que a forma de como a seleção será realizada não está clara no projeto, pois apenas diz que será realizada através de uma análise de currículo o que não demonstra ser esta escolha objetiva por não esta expresso os requisitos objetivos ao se analisar os currículos.  

Entre em contato!
a.adrianofp@gmail.com



Nenhum comentário:

Postar um comentário