terça-feira, 23 de outubro de 2012

PREJUÍZO COM A SECA SUPERA R$ 5 BILHÕES NO RIO GRANDE DO NORTE


Prejuizo_com_a_seca

A governadora Rosalba Ciarlini e representantes do Comitê Estadual de Combate aos Efeitos da Seca concederam, na manhã dessa segunda-feira (22), uma entrevista coletiva para apresentar as ações em execução e as futuras iniciativas para atender as 142 cidades do Rio Grande do Norte que estão em estado de emergência em decorrência da estiagem.

Na ocasião, a governadora falou como a seca vem prejudicando a economia do Rio Grande do Norte e estimou os prejuízos causados pelo fenômeno em R$ 5 bilhões.

"A seca já atingiu no Estado 83% do rebanho bovino e 92% dos rebanhos caprino e ovino. O prejuízo já chega a R$ 5 bilhões", explicou Rosalba Ciarlini.
Durante a coletiva, os representantes do Comitê Estadual de Combate aos Efeitos da Seca apresentaram as ações emergenciais que já foram realizadas para superar a estiagem.

Entre elas: o Seguro Garantia-Safra, que em parceria com o Governo Federal está atendendo atualmente 113 municípios do RN, com um total de 37.138 famílias, no qual o valor pago a cada família é de R$ 680 dividido em cinco vezes de R$ 136.

Na lista consta repasse da Bolsa Estiagem, que desde julho conta com 43.030 famílias beneficiadas, que estão recebendo o valor R$ 400 divididos em cinco vezes de R$ 80.

Como apoio à agropecuária foram distribuídas 7.878 toneladas de forragem para rebanho, além do programa de venda de milho em Balcão, realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), onde serão repassados, até dezembro, 64 mil toneladas de milho para o Rio Grande do Norte; e a Operação Carro-Pipa, que está atendendo 89 municípios, num total de 193.902 pessoas.



Equipes monitoram necessidades dos municípios

O coordenador estadual de Defesa Civil, ten. cel. BM Josenildo Acioli, falou sobre a atuação de sua equipe no combate à seca que tem atuado na elaboração de relatórios de acompanhamento das cidades atingidas pela estiagem.

"Já visitamos 130 municípios e fizemos relatórios do que essas cidades estão precisando para conviver com a estiagem. O nosso trabalho é de prevenção, mitigação, preparação, resposta e recuperação", explicou o cel. BM Acioli.

O secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Gilberto Jales, apresentou as ações estruturantes, como a instalação/recuperação de 72 poços; a recuperação de nove dessalinizadores; a construção de cisternas; implantação de 535 barragens subterrâneas; recuperação de 12 barragens rompidas; implantação de adutoras etc.

Nas ações futuras se encontram o PAC Seca, que já tem R$ 120 milhões autorizados pelo Governo Federal para ser utilizado na Adutora Umari-Campo Grande e na Adutora Pendências-Macau-Guamaré; o Programa Água Doce, com a instalação de 64 dessalinizadores; o Programa Água Para Todos, com a implantação de 96 barreiros e 192 sistemas simplificados de abastecimento de água; e a ampliação do Garantia-Safra, para a safra 2012-2013, com o objetivo de beneficiar 52 mil agricultores.

Para finalizar, a governadora Rosalba Ciarlini explicou que, com o trabalho de todos que fazem parte do Comitê, o Rio Grande do Norte conseguirá superar a situação atual. "Precisamos colocar no nosso estado toda a estrutura necessária para convivermos com este momento. E com a união de todos com certeza conseguiremos", concluiu a governadora.

Ainda estiveram presentes na coletiva os secretários de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca, Betinho Rosado; do Trabalho e da Assistência Social, Luiz Eduardo Carneiro; o secretário-chefe do Gabinete Civil, Anselmo Carvalho; e demais integrantes do grupo de acompanhamento das ações de combate aos efeitos da estiagem.

Fonte: O Mossoroense

Nenhum comentário:

Postar um comentário