segunda-feira, 22 de outubro de 2012

POLICIAL FEDERAL MATA BANDIDO DURANTE ASSALTO EM CANDELÁRIA

Um homem apontado como autor de vários assaltos na zona Sul de Natal, nas últimas semanas, deu azar, na noite desta segunda-feira (22), e acabou morto por um policial federal. O bandido estava praticando um roubo no bairro de Candelária, quando o agente da PF passava pelo local e tentou prender o suspeito.

Segundo informações repassadas pela polícia, o acusado estava em uma motocicleta modelo CB 300, de placa KIM-6034. Ele abordou três pessoas que saiam do trabalho e estavam em um veículo Fiat Uno. O assaltante chegou a tomar duas bolsas de duas mulheres a carteira de um homem. Quando ele se preparava para fugir, foi visto pelo policial federal que passava no local.

O ponto fica exatamente nos cruzamentos das ruas Raimundo Chaves com Clovis Mota. O policial federal chegou a mandar o bandido parar e deu voz de prisão. No entanto, o acusado tirou uma pistola de dentro da camisa e apontou para o agente. Neste momento, o policial também sacou sua arma e atirou, atingindo e matando o ladrão.

Quando a Polícia Militar e Civil foram acionadas e chegaram ao local, constatou-se que o criminoso usava, na verdade, uma pistola de brinquedo. A identidade do bandido ainda não foi revelada, tendo em vista que a polícia ainda aguarda a realização de procedimentos por parte do Instituto Técnico-Científico de Polícia (ITEP).

O policial federal, que terá identidade preservada pelo Portal BO, é lotado na Superintendência da PF em Natal. As vítimas do assalto não quiseram dar entrevista, mas disseram que o assaltante estava sozinho. De acordo com o chefe de investigação da 1ª Equipe de Delegacia de Plantão da Zona Sul, Flauberto Bezerra, o assaltante já vinha sendo procurado, inclusive, a placa da moto dele já estava fichada no Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp).

Inclusive, na noite desta segunda-feira, aproximadamente 20 minutos antes de ser morto, o acusado havia realizado outro assalto naquela região, tendo tomado objetos pessoais de um casal que também deixava o trabalho. As vítimas estiveram no local da morte do ladrão e o reconheceram.

Fonte: Portal BO

Nenhum comentário:

Postar um comentário