quarta-feira, 26 de novembro de 2014

ENFERMEIRA TRANCA FILHA, ATIRA EM MARIDO E DEPOIS SE MATA

Segundo relato de amigos, casal passava por crise conjugal. Mulher disse em bilhete que havia R$ 2.700 para os caixões e contas.

Uma enfermeira de 30 anos assasinou o marido e depois se matou na madrugada desta quarta-feira (16), em Juazeiro do Norte, na região sul do Ceará. Segundo informações da Delegacia Regional na cidade, o homem era um policial militar de 40 anos. A filha do casal, de 11 anos, foi trancada no banheiro durante toda a noite.

De acordo com informações da delegacia, a mulher deixou um bilhete na cena do crime, em que informa que há dinheiro para pagar os caixões, lista contas e pede para cuidar da filha. A polícia diz que a enfermeira esperou o marido dormir para efetuar o disparo.

O casal, segundo o relato de amigos à polícia, estava em crise devido a uma suposta traição do policial militar.

Entre em contato!
a.adrianofp@gmail.com
Fonte: G1/CE

Nenhum comentário:

Postar um comentário