sábado, 5 de abril de 2014

VEREADOR É AMEAÇADO DE 'SURRA DE FACÃO' E MORTE POR OUTRO PARLAMENTAR

Ameaça ocorreu na sessão da Câmara de Vereadores de Sebastião Barros. Agressões foram iniciadas após pronunciamento de reforma na ponte.

O vereador Jurandir Pereira foi ameaçado de morte com um facão pelo vereador Diomar Carvalho durante uma Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Sebastião Barros, a 840 km de Teresina. A ocorrência foi registrada na Delegacia de Polícia de Corrente, município próximo a Sebastião Barros, no dia 1º de Abril.  Segundo o delegado Rodrigo Morais, a vítima ainda não fez representação da ameaça para a polícia seguir com o Termo Circunstanciado de Ocorrência, somente com o TCO o caso poderá ser encaminhado a Justiça.

Boletim de ocorrência registrado pelo parlamentar/vitima na delegacia contra o parlamentar/agressor


“Como o caso registrado está relacionada apenas como uma ameaça, a delegacia necessita de uma representação da vítima, o que até o presente momento não aconteceu”, comentou o delegado Rodrigo Moraes, acrescentando que se houvesse uma agressão direta, a delegacia poderia iniciar o TCO sem a representação.

A ameaça foi em decorrência da aprovação de um requerimento para reforma de uma ponte no município de Sebastião Barros. No relato da ocorrência, Jurandir descreveu que na sessão no dia 31 de março defendeu a importância da reforma da ponte, mas estava preocupado com a qualidade da obra porque a ponte já havia caído outras vezes antes mesmo da reforma ser concluída.

Após esse momento, o vereador Diomar Carvalho tomou a palavra no plenário e começou a ameaçar de morte Jurandir, chamando-o para uma “surra de facão”. Diomar foi contido pelos demais vereadores que estavam presente na sessão.
Fonte: G1/PI

Nenhum comentário:

Postar um comentário