quinta-feira, 19 de abril de 2012

Argentino é sequestrado, faz contato e continua desaparecido


A polícia investiga desde a tarde desta quarta-feira (18) um sequestro ocorrido na noite da última segunda-feira (16), no Campus Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). A vítima, segundo a policia, é um argentino que vive em Natal há mais de dez anos e também é aluno de mestrado do curso de Ciências Sociais.

O homem identificado apenas pelo nome de Lissandro, estava dentro de um veículo com placas da Argentina, em um estacionamento do campus universitário, quando foi surpreendido por homens armados. Eles teriam obrigado a vítima a seguir com o carro até alguns caixas eletrônicos da zona Sul e depois de submeterem o argentino a uma seção de espancamento, o liberaram em Pium.

Essas informações, ainda de acordo com a polícia, foram repassadas pela namorada de Lissandro, que teria recebido uma ligação dele no final da tarde desta quarta-feira, informando que estaria na feira de frutas de Pium. A mulher, que terá seu nome preservado, foi até lá acompanhada da polícia e chegando no local não encontrou o argentino.

O delegado do 4º Distrito Policial, Franklin Albuquerque, recebeu um informe sobre um veículo abandonado na Via Costeira e foi até lá. Ao chegar no local se deparou com o carro da vítima aberto e com algumas roupas em seu interior. "Só depois que encontramos o carro foi que recebemos uma ligação do Ciosp informando do desaparecimento do dono dele. Estive com a namorada do argentino e ela me contou que desde a segunda que não tem notícia dele", informou.

A reportagem do Portal BO manteve contato com a namorada do argentino e ela disse que ainda não teve notícia alguma sobre o paradeiro de Lisandro, após o suposto contato feito de Pium. "Eu não sei mais onde procurá-lo. Pensei que ele poderia ter ido para a casa de um amigo nosso ou ter ido para a minha casa, mas ele não esteve em nenhum desses lugares", relatou em meio ao choro. Em contato com o oficial da Polícia Militar da Companhia de Turismo, o tenente Nícolas, o Portal BO foi informado que até o início desta madrugada o caso seguia sem nenhuma novidade. 
Fonte: Portal B.O 

Nenhum comentário:

Postar um comentário