quinta-feira, 26 de abril de 2012

EM NATAL: BANDIDOS ATIRAM EM BASE DA PM EM FELIPE CAMARÃO

Polícia Militar afirma que a atitude dos bandidos foi uma represália pelo trabalho que vem sendo realizado naquela área de combate ao tráfico de drogas.

A ousadia dos criminosos parece não ter limites. Na noite desta segunda-feira (23), eles deram mais uma demonstração de que não temem a polícia. Os bandidos passaram em frente à base da Polícia Militar, no bairro de Felipe Camarão, e efetuaram vários disparos de armas de fogo, que atingiram as janelas e parede do posto policial.

A ocorrência foi registrada por volta das 18h, na rua Nossa Senhora do Rosário. A base da PM fica bem próxima à comunidade conhecida como favela do Fio. No momento da ação criminosa, dois policiais estavam dentro do prédio. Na manhã desta terça-feira (24), a reportagem esteve no local e conversou com outra equipe que estava de plantão.

Os policiais militares afirmaram que os colegas do serviço de ontem estavam dentro da base quando começaram a ouvir os disparos. Como o predito tem uma grade árvore na frente, a visão do lado de fora fica prejudicada e, por isso, os policias não revidaram ou saíram do posto policial, até porque eles também não sabiam quantos criminosos estavam do lado de fora ou se eles já haviam cercado o prédio.

Foram efetuados cerca de dez disparos e, logo depois, os bandidos fugiram. Quando os policiais saíram da base conversaram com alguns moradores da rua Nossa Senhora do Rosário e descobriram que o atentado foi cometido por dois homens em uma motocicleta, cuja placa não foi identificada. Os acusados passaram pela rua e ao chegarem em frente ao posto policial reduziram a velocidade. O garupa da moto sacou uma arma e começou a atirar.

Após o atentado, várias viaturas do 9º Batalhão da Polícia Militar, responsável pelo policialmente em Felipe Camarão, estiveram na região da base, entretanto, nenhum suspeito foi localizado. As informações repassadas por populares é que os autores dos disparos seriam da própria favela do Fio.

A Polícia Militar afirma que a atitude dos bandidos foi uma represália pelo trabalho que vem sendo realizado naquela área de combate ao tráfico de drogas. O comando do 9º Batalhão informou ainda que já tem alguns nomes de suspeitos, no entanto, até esta terça-feira nenhum acusado havia sido preso.

Fonte: Portal B.O

Nenhum comentário:

Postar um comentário