quinta-feira, 17 de maio de 2012

EM UMARIZAL: ACUSADO DE MATAR CONTADOR VAI A JÚRI POPULAR HOJE

Arquitânio Cortez                               morto a tiros por Pedro Fontes 

O Tribunal do Júri Popular se reúne hoje, na cidade de Umarizal, para julgar Evandro Dias Alves de Paiva, 37 anos, conhecido como "Pedro Fontes", acusado de ter matado a tiros o contabilista Arquitânio Cortez Leite, crime ocorrido na noite de 4 de abril de 2008,em um restaurante no centro de Umarizal.

Segundo o Ministério Público, Evandro Dias foi denunciado pelo crime, conforme previsto no artigo 121, do Código Penal Brasileiro,onde teria executado a vítima sem possibilidade de defesa,depois que Arquitânio Cortez cobrou do réu uma dívida de R$ 600,00.

Reza também nos autos do processo que o réu teve sua prisão preventiva decretada logo após o crime, para a garantia da ordem pública, razão de suas reiteradas condutas delitivas, no entanto ficou foragido por dois anos,só se apresentando no dia 20 de outubro de 2010, onde ficou preso.

Um irmão da vítima, identificado como Aldenildo Cortez Leite, disse que no dia do crime Arquitânio estava no restaurante esperando uma refeição, quando o acusado chegou acompanhado de um amigo, momento em que a vítima se dirigiu à mesa onde os dois estavam e propôs um fim na cobrança, para que tudo permanecesse em paz. "Na ocasião, 'Pedro Fontes' não quis aceitar a proposta do meu irmão e passou a agredi-lo com palavras. Ele se retirou da mesa e se dirigiu ao banheiro do estabelecimento, momento em que o acusado o acompanhou e atirou pelas costas, de maneira covarde e sem chances de defesa", explicou.

O julgamento será realizado na sede da Câmara de Vereadores e está previsto para começar às 9h, sendo presidido pelo juiz Breno Valério, da comarca de Umarizal.
Fonte: Jornal O Mossoroense

Nenhum comentário:

Postar um comentário