sábado, 3 de agosto de 2013

NA TERRA DOS SARNEYS: MARANHÃO É A UNIDADE DA FEDERAÇÃO COM MENOR EXPECTATIVA DE VIDA DO BRASIL



A unidade da federação do Brasil com menor expectativa de vida ao nascer em 2010 era o Maranhão, com 68 anos, oito meses e sete dias, na média de ambos os sexos. Na média do País, a expectativa verificada no mesmo ano foi de 73 anos, nove meses e três dias, segundo pesquisa divulgada nesta sexta-feira, 2, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O levantamento mostra que o Maranhão sofreu uma queda: em 1980, os maranhenses estavam em 23º lugar, com 54 anos e seis meses. Apesar do aumento de quatorze anos e seis dias, outros Estados avançaram mais. O maior acréscimo no indicador de 1980 a 2010 foi no Rio Grande do Norte, que passou do 22º para 9º lugar no ranking. O indicador potiguar avançou 14 anos, sete meses e 24 dias, para os homens, e 17 anos e nove dias, para as mulheres.

Em 1980, Alagoas era a unidade da Federação com menos esperança de vida ao nascer, 55 anos, oito meses e oito dias, mas foi a 69 anos, dois meses e cinco dias em 2010,quando ficou em penúltimo. Essa mudança se deveu sobretudo ao acréscimo de 15 anos, três meses e 27 dias na expectativa de vida das mulheres, que no período foi de 58 anos, dez meses e dois dias para 73 anos, onze meses e 19 dias, enquanto o Maranhão passou a ter a menor expectativa de vida feminina do País, 72 anos nove meses e sete dias.
Fonte: Estadão

Nenhum comentário:

Postar um comentário