domingo, 14 de abril de 2013

ESTUDANTE DE ENGENHARIA CIVIL FURA BLITZ, ATROPELA TRÊS E TERMINA MORTO PELA POLÍCIA



Cenas de filme americano nas ruas de Mossoró na noite de sábado. O estudante engenharia civil (UNP) José Fernandes Castelo, de 19 anos, de Fortaleza (CE), furou uma barreira policial na Avenida Leste Oeste, e percorreu vários bairros de Mossoró sendo perseguido pela Polícia, até ser parado a tiros.

Atropelou três pessoas. Duas estão hospitalizadas, sendo que uma em estado grave. José Fernandes sofreu um tiro e não resistiu ao ferimento e morreu no Centro Cirúrgico do Hospital Regional Tarcísio Maia, para onde foi levado pelos policiais.

Os policiais estavam fazendo uma blitz de rotina para coibir motoristas e motoqueiros alcoolizados respectivamente ao volante e pilotando, quando José Fernandes, dirigindo um Honda Civic, de placa AUM 2112, licenciado para .

Fortaleza, fugiu da barreira policialOs policiais do Departamento de Trânsito Estadual iniciaram a perseguição, recebendo reforço rápido de outras viaturas. O suspeito saiu na direção do Bairro Boa Vista e depois retornou na direção do bairro Santo Antônio, em alta velocidade.

No cruzamento das ruas Dr. João Marcelino com Pedro Velho, o motorista passou por cima, Literalmente, de um motoqueiro, que foi socorrido por uma Unidade de Suporte Avançada "Alfa" do Samu e corre risco de morte no HRTM.


Uma senhora também foi atropelada pelo jovem em fuga e também socorrida para o HRTM. Os policiais militares contaram que por várias vezes o motorista foi cercado e antes de ser contido, fugia novamente, colocando em risco a vida de pessoas e até outros condutores.

Na última abordagem, os policiais atiraram nos pneus do carro e um só tiro na direção do motorista, que o acertou. José Fernandes foi levado para HRTM numa viatura da Policia Civil, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos e morreu na sala de cirurgia.

O comandante Alvibá Gomes está acompanhando o caso pessoalmente. A Polícia Civil vai investigar o caso em inquérito policial, ocasião que vai tornar claro o que realmente aconteceu na abordagem que resultou na morte de José Fernandes.

Fonte: Jornal de Fato
Foto O Câmera 2

Nenhum comentário:

Postar um comentário