segunda-feira, 21 de julho de 2014

AGRIPINO SUBMETE DEM ÀS VONTADES DO PT EM TROCA DE DINHEIRO PARA AS BASES

Com recursos minguados, partido se vê obrigado a atropelar convicções ideológicas e negociar com o PT, alvo constante de suas críticas.

O senador José Agripino (DEM), um dos críticos mais severos da administração federal, negociou com o governo do PT a cessação do boicote à votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias em troca da liberação de emendas parlamentares. O acordo incluiu ainda o abrandamento do discurso crítico feito pelos parlamentares do DEM sobre o caso da Petrobras.

As informações são da revista IstoÉ deste fim de semana, que sob o título “A penúria do DEM” relata o seguinte: “O que explica a insólita negociação é o estado de penúria do partido. Os parlamentares que concorrem à reeleição reclamam da grande dificuldade para captar doações e da escassez de recursos do fundo partidário”.

A reportagem traça o comparativo dos números da legenda. “O que explica a insólita negociação é o estado de penúria do partido. Os parlamentares que concorrem à reeleição reclamam da grande dificuldade para captar doações e da escassez de recursos do fundo partidário”.

O texto arremata citando que as negociações entre o DEM e o governo petista tornou-se conveniente.


”As emendas parlamentares não deixam de ser um importante ativo em ano eleitoral. Com os recursos das emendas, o deputado pode agradar suas bases por meio de obras e eventos. Essas ações normalmente são revertidas em votos na urna eletrônica durante a eleição. Não deixa de ser um alento para quem está com um problema crônico de caixa. Nem que a solução seja mandar às favas as convicções ideológicas”, diz o texto.

Entre em contato!
a.adrianofp@gmail.com
Fonte: Portal no Ar

Nenhum comentário:

Postar um comentário