quarta-feira, 30 de julho de 2014

CIÇÃO BANDIDO, REI POP SHOW, ELIEL DO GÁS E XAROPINHO DISPUTAM VOTOS NO RN

Candidatos com nomes esquisitos e até bizarros disputam eleição 2014 no Estado.

A disputa eleitoral não pode ser considerada igual para todos os que concorrem a uma vaga na Câmara Federal ou na Assembleia Legislativa. Falta tempo de TV e espaço na mídia para boa parte dos candidatos a deputado federal e estadual e, por isso, toda eleição, há aqueles que buscam se destacar em meio à multidão de concorrentes por meio de nomes ou roupas extravagantes. Neste ano, claro, a situação não é diferente no Rio Grande do Norte, como mostra um levantamento feito pel’O Jornal de Hoje com base em informações disponíveis sobre as candidaturas no DivulgaCand 2014, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).



Exemplo? “Edson Xaxá”, comerciante mossoroense que é candidato a deputado estadual pelo PSDC, ou “Bolinha”, servidor público estadual de Martins, do PCB. Na concorrência pela Assembleia Legislativa, dos 271 candidatos, destaca-se também: “Irmão Cícero da Rádio”, filiado ao PSOL, e “Samoel Xaropinho”, funcionário de almoxarife e filiado ao PT.

Outro que chama atenção na lista de concorrentes a Assembleia Legislativa é Edilson Honório da Silva, popularmente conhecido como Marrom, candidato pelo PRB, Damião Elias Fernandes, o “Damião Potência”, comerciante e candidato pelo PSDC. E o que falar de “Carlos Vendedor”, representante comercial de Acari, mais um do PSDC


“Vendedor”, por sinal, é um dos que coloca no nome de campanha o nome a profissão que exerce, como forma de chamar a atenção. Essa técnica foi usada também por Luciano Moura da Consertec, do PV de Jucurutu; “Eleázaro, o Enfermeiro Amigo”, técnico de enfermagem do PSDC; Israel do Sindicato, vigilante do PRB, e Lucas Tur, do PSC. E pelos músicos, “Tom Sertanejo”, cantor e compositor filiado ao PSC, e “Amazan”, que também é empresário e filiado ao PSD.

GORDINHO, BANDIDO E POP SHOW

A profissão não é a única técnica utilizada por aqueles que querem se destacar entre a multidão de candidatos. Há também aqueles que usam os apelidos adquiridos pela mídia como forma de se destacar e criar uma identificação com o leitor. Tipo: poucos conhecem Lucenildo Alexandre de Azevedo, mas vários sabem quem é o Gordinho da Mercato, que ganhou fama estadual por se revoltar contra um suposto mau trato praticado pelo desembargador do Tribunal de Justiça, Dilermano Mota. Pois é: ele agora é candidato a deputado federal, levantando a bandeira da indignação como linha de campanha.


O Gordinho da Mercatto, que é filiado ao PRTB, não é o único que se destaca na disputa pela Câmara Federal tendo, a seu favor, um “vídeo amador” gravado e compartilhado pelas redes sociais. O ex-candidato a vereador de Caicó, Cícero Vale da Silva, ou Cicão Bandido (PHS), também tem esse perfil. A gravação da prisão dele durante um protesto (colocou carcaças de animais em frente a Cohab de Caicó para reclamar da demora no abastecimento) rodou o RN e o fez celebridade, com centenas de apoiadores.


Nessa mesma situação de Cição e do Gordinho está Rivaldo Feliz de Lima, popularmente conhecido como Rei Pop Show, do PSH. O “sucesso” dele, no entanto, não foi graças a um vídeo amador. Foi devido à participação no programa “Lata Velha”, do global de Luciano Huck. Lá, Pop Show mostrou sua arte – e humildade – para todo o Brasil e, agora, tenta colher os frutos, que vão além da recuperação do carro velho.

Além desses midiáticos, também também o popular delegado Lucena, da Polícia Civil, que já trabalhou em diversas regiões do Estado e estava, recentemente, na DP de Ponta Negra. Além dele, outro membro da segurança pública na concorrência é o Sargento Sérgio Pastel, Policial Militar e filiado ao PSL. Por fim, Eliel do Gás, do PTN, completa a lista de nomes esquisitos.


Alias, nomes novos e esquisitos, porque alguns antigos estão novamente na disputa. É o caso do Xeique Humberto, do PTC, que já foi candidato a prefeito de Natal e, vestido com a roupa de um xeique, prometeu leite encanado para os mais humildes. Miguel Mossoró, que também já concorreu ao executivo municipal e ao estadual prometendo a ponte entre Natal e Fernando de Noronha, também será candidato. Este pelo PTC.

HOMÔNIMOS

O ex-senador Garibaldi Alves e o atual ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, destaca-se, não estão na disputa eleitoral deste ano. Contudo, se alguém pesquisar no DivulgaCand o nome “Garibalde”, encontra. Trata-se de Garibalde Leite, candidato a deputado estadual pelo PPS, que se enquadra na extensa lista de homônimos da Eleição 2014.


Há também Ary Gomes, que não é o vereador de Natal de mesmo nome. O Ary candidato a deputado estadual é de Santa Cruz, comerciante e do PSDB. Além dele, há outro quase homônimo: Betinho Rosado Segundo. Filho do deputado federal Betinho Segundo, este é candidato a deputado estadual e foi, recentemente, secretário da gestão da ex-prefeita Cláudia Regina, em Mossoró.

Entre em contato!
a.adrianofp@gmail.com
Jornal de Hoje






Nenhum comentário:

Postar um comentário