segunda-feira, 28 de julho de 2014

EMPRESÁRIO DA CIDADE DE TABULEIRO GRANDE É PRESO POR PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO

O comandante do Destacamento Policial Militar de Tabuleiro Grande, Sargento Gilton Cavalcante, em uma operação de rotina prendeu um comerciante bastante conhecido na cidade de Tabuleiro Grande por porte ilegal de arma de fogo.

De acordo o sargento Gilton, a guarnição por ele comandada estava fazendo uma blitz na entrada da cidade, no último sábado (26), quando o comerciante Cassimiro Alves de Oliveira foi abordado e com ele foi encontrado uma espingarda calibre 32, com 15 cartuchos intactos e 04 deflagrados, fato em que foi dado voz de prisão ao acusado e conduzido a delegacia de polícia civil na cidade de Pau dos Ferros, onde foi autuado por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, conforme o art. 14 da Lei 10.826/2003 (Estatuto do Desarmamento), onde após o pagamento da fiança o acusado foi liberado para responder o processo em liberdade.

Nosso blog entrou em contato com o sargento Gilton que nos informou que rotineiramente vem realizando blitz na cidade que tem o intuito de prender possíveis traficantes e apreender drogas tendo em vista o grande número de denúncia que vem recebendo da população tabuleirense, com relação a prisão do comerciante, disse o PM “o art. 5º da Constituição nos diz que todos são iguais perante a lei sem distinção de qualquer natureza, e como policial militar, estava naquela cidade para exercer o trabalho preventivo que é de competência da PM, não fazendo distinção de qualquer pessoa seja ela “A” ou “B”.


Disse ainda o sargento Gilton que diferentemente de outros comandantes de policiamento que passaram por esta cidade, não faz e não fará vistas grossas para possíveis delitos e que está a 22 anos na corporação, e que das críticas que recebeu durante todos estes anos de polícia nenhuma foi por omissão e sim por fazer o trabalho que compete a gloriosa Polícia Militar.

Finalizou o sargento Gilton, “não estou acostumado com elogios, pois sei que as críticas vem de quem está se sentido incomodado com o meu trabalho, e, também não devo satisfação do meu trabalho a ninguém, a não ser ao meu comandante do batalhão”.

Entre em contato!
a.adrianofp@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário