terça-feira, 3 de julho de 2012

FORA DO GOVERNO HÁ UM ANO, PALOCCI RECEBE BOLADA DE R$ 107 MIL



Brasília é pródiga em benesses. Veja só uma delas:

A Comissão de Ética Pública da Presidência da República decidiu ontem (2) autorizar o pagamento de quatro meses de salário ao ex-ministro da Casa Civil, Antônio Palocci.

Palocci vai receber quase 107 mil reais. O dinheiro corresponde à quarentena, período que supostamente ele ficou impedido de trabalhar, após sair do governo, há um ano.

Cabe a pergunta: você acredita que Antônio Palocci ficou parado algum dia? Ficou olhando para o tempo, longe do governo?

Quarentena é o período de interdição de quatro meses, contados a partir da data de exoneração, no qual a autoridade fica impossibilitada de trabalhar em determinadas áreas.

Segundo o Código de Conduta da Alta Administração Federal, as autoridades estão proibidas de usar informacões privilegiadas do governo em atividades profissionais ou empresariais.

A quarentena não é obrigatória e cabe à Comissão de Ética decidir se há existência de conflito de interesses. Os cargos em que geralmente há esse conflito estão nos conselhos de governo e comitês, além da direção de agências reguladoras.

Antônio Palocci deixou a chefia da Casa Civil no dia 7 de junho, após a imprensa revelar que ele teve o patrimônio aumentado em 20 vezes entre 2006 e 2010.

Na época que deixou o governo, o salário bruto de Palocci como ministro era de R$ 26.700,00. Mesmo valor pago atualmente aos ministros.

No entendimento da Comissão de Ética Pública, o ex-ministro da Casa Civil faz jus à bolada de quase 107 mil reais porque fez parte de vários conselhos e ficou impedido de atuar naquelas áreas durante os quatro meses.

Duvido! Dentro ou fora do governo, Antônio Palocci é um arquivo vivo e um interlocutor privilegiado dos agentes e poderosos do atual governo.
Fonte: nominuto.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário