quinta-feira, 19 de julho de 2012

JUSTIÇA SUSPENDE CONCURSO DA UFERSA


A Justiça Federal em Mossoró decidiu, na tarde de ontem, pela suspensão do concurso da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) realizado em 2011 para o cargo de técnico administrativo. A medida é resultado de uma ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Federal que apontou diversas irregularidades na correção das provas.

De acordo com juiz da 10ª Vara da Justiça Federal, o concurso "deve ser suspenso pois há perigo de dano irreparável ou de difícil reparação, tendo em vista a iminência dos candidatos considerados aprovados serem investidos em seus respectivos cargos", conforme a programação de posse, prevista para o final de julho e início de agosto.

A ação do Ministério Público Federal foi motivada por denúncias realizadas por candidatos que se sentiram prejudicados com o resultado final do concurso. A partir disso, foram constatadas irregularidades como atribuir nota a candidato que não realizou prova, acordar com candidato por telefone a apresentação de títulos oito dias depois do término do prazo, além de reprovar candidatos na análise dos títulos, uma vez que a fase era somente classificatória.

A peça afirma ainda que a correção permitiu que candidatos com pouquíssima experiência profissional fossem classificados a frente de concorrentes academicamente mais qualificados, portanto, perdendo qualquer sentido a exigência de títulos para determinar a classificação dos concorrentes. O fato teria prejudicado a classificação final dos participantes.

Com a suspensão do concurso, até segunda ordem da Justiça, a Ufersa não poderá nomear ou dar posse aos candidatos que foram declarados provados no concurso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário