quinta-feira, 6 de junho de 2013

SAÚDE: SÁBADO É O DIA "D" DA CAMPANHA CAMPANHA NACIONAL DE VACINAÇÃO CONTRA A POLIOMIELITE



A Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte, juntamente com as Secretarias Municipais de Saúde, realiza, no próximo sábado (08), o dia “D” da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite.

A Campanha se estende até o dia 21, tendo como público-alvo, crianças de 6 meses a menor de 5 anos de idade, ou seja, 4 anos 11 meses e 29 dias.

No estado, a população a ser vacinada é de 218.268 crianças, mas o Ministério da Saúde repassará um total de 327.376 doses da vacina. Serão disponibilizados à população 917 postos de vacinação fixo e 715 volantes. 


A Sesap orienta aos pais a comparecerem aos postos de vacinação munidos da carteira de vacinação da criança. Não há contra-indicação absoluta à administração oral contra a poliomielite, mas deve-se evitar a vacinação de crianças portadoras de infecção aguda, com hipersensibilidade a algum componente da vacina, além de crianças que, no passado, tenha apresentado qualquer reação anormal a esta vacina.

A vacina a ser utilizada na Campanha contra a Poliomielite foi produzida e embalada em bisnaga com aplicador e tampa rosqueável pelo Laboratório Bio Manguinhos - FIOCRUZ/RJ.

Este ano, o Brasil completa o 34º ano de Campanhas Nacionais de Vacinação contra a poliomielite e o 24º ano sem a doença no país. Livre do polivírus desde 1990, o objetivo da campanha é manter o Brasil na condição de país certificado mundialmente para a erradicação da poliomielite, estabelecendo proteção coletiva por meio da disseminação do vírus no meio ambiente.

A doença
A poliomielite é uma doença viral, causada por poliovírus e subdivide-se em três sorotipos (1, 2 e 3). É altamente contagiosa, e afeta principalmente crianças menores de 5 anos de idade. O vírus é transmitido através de alimentos e água contaminados e se multiplica no intestino, podendo invadir o sistema nervoso. Muitas pessoas infectadas não apresentam sintomas da doença (febre, fadiga, cefaléia, vômitos, rigidez no pescoço e dores nos membros), mas excretam o vírus em suas fezes, portanto, podem transmitir a infecção para outras pessoas.

Falta de higiene e de saneamento na moradia, além da concentração de muitas crianças em um mesmo local, favorecem a transmissão. O período de incubação (tempo que demora entre o contágio e o desenvolvimento da doença) é geralmente de 7 a 12 dias, podendo variar de 2 a 30 dias. A transmissão também pode ocorrer durante o período de incubação.

Serviço
População alvo no RN: 218.268 crianças.
Total de doses no RN: 327.376
Total de postos no RN: 917 fixos e 715 volante.
Por Assessoria SESAP

Nenhum comentário:

Postar um comentário