sexta-feira, 28 de junho de 2013

CNJ PUNE DESEMBARGADORES ACUSADOS DE DESVIOS COM APOSENTADORIA


O Conselho Nacional de Justiça puniu os desembargadores Osvaldo Cruz e Rafael Godeiro, acusados de desvios no Tribunal de Justiça do Rio Grande do NOrte, com aposentadoria compulsória. A decisão foi tomada agora há pouca na sede do CNJ, em Brasília.

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, presidiu os trabalhos. O relator do processo Jorge Hélio Chaves votou (142 páginas) pela aposentadoria compulsória de Osvaldo Cruz e a transformação de aposentadoria por idade para aposentadoria compulsória para Rafael Godeiro.


Os dois foram denunciados pela então chefe do setor de precatórios do TJ/RN, Carla Ubarana. Por cinco anos, segundo a denúncia, os desembargadores teriam juntamente com a servidora Carla Urbarana, desviado pelo menos R$ 22 milhões dos valores referentes a Precatórios no TJ/RN.

O relator do processo disse que esteve pessoalmente em Natal apurando o caso. Afirmou que houve desvios de recursos públicos e também o crime de lavagem de dinheiro, entre outros. Os advogados de defesa tentaram desqualificar os depoimentos contrários.

Ao final do julgamento, os dois desembargadores foram punidos com aposentadoria compulsória.


Os dois desembargadores agora aguardam julgamento pelos crimes que cometeram no Superior Tribunal de Justiça.
Fonte: De Fato

Nenhum comentário:

Postar um comentário