sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

NÚMERO DE HOMICÍDIOS CAIU 45% EM MOSSORÓ NO 2º SEMESTRE DE 2011

Secretário de Segurança Aldair Rocha 
No primeiro semestre do ano passado foram 109 casos, contra 60 nos seis meses seguintes.

A violência em Mossoró diminuiu no segundo semestre de 2011, quando os índices são comparados aos seis primeiros meses do mesmo ano. O fato se deve às ações adotadas pelo Governo do Estado, como a inauguração de um Batalhão da Polícia Militar, início do programa Sertão Seguro, aquisição de viaturas policiais e a criação da Divisão de Polícia do Oeste (Divipoe), que levou mais policiais civis ao Oeste potiguar, o que representa mais agilidade nas investigações e, consequentemente, inibição à criminalidade.

De acordo com a Subcoordenadoria de Estatística e Análise Criminal (Seac) da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), que funciona no Quartel do Comando Geral da PM, em Natal, a principal redução aconteceu na quantidade de homicídios.

No primeiro semestre do ano passado foram 109 casos, contra 60 nos seis meses seguintes, o que representa um decréscimo de 45 por cento.

Por causa das ações policiais na região de Mossoró, o roubo de motocicletas caiu 32,3%, sendo registrados 186 no primeiro semestre e 126 no segundo. Essa diminuição tem ligação direta com menos casos de assassinato e roubos, uma vez que alguns criminosos utilizam muitos desses veículos roubados em suas investidas.

As ocorrências de roubo à pessoa registradas pelo Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), unidade que dispõe dos dados oficiais das ocorrências policiais registradas no Estado, foram 569 de janeiro a junho de 2011 e diminuíram 7,6%, atingindo 526 no segundo semestre.

Os estabelecimentos comerciais de Mossoró também sofreram menos com as ações dos bandidos. No primeiro semestre, foram registrados 200 casos de roubo nesses locais, contra 190 de julho a dezembro, uma redução de 5%.

O secretário de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social, Aldair da Rocha, atribuiu a queda nos índices de criminalidade na segunda maior cidade do Rio Grande do Norte ao trabalho intensificado a partir de maio do ano passado.
“No começo do ano, a realidade de Mossoró era trágica, com diversos assassinatos e a população muito preocupada. Iniciamos, então, o trabalho de inteligência, começamos a trabalhar a partir dos dados que a Subcoordenadoria de Estatística e Análise Criminal nos passada, o Governo implantou o Sertão Seguro, com homens do Batalhão de Operações Policiais Especiais fazendo patrulhamento, um novo Batalhão da PM foi criado na cidade, viaturas foram adquiridas e, mais recentemente, criamos a Divipoe, que é a central de Polícia Civil para a região Oeste, comandada pelo delegado Odilon Teodósio. E a poucos dias do fim de 2011, a governadora Rosalba Ciarlini convocou mais policiais civis, que também reforçarão o trabalho de polícia judiciária em Mossoró", disse.

Aldair da Rocha ainda completou lembrando que ainda há muito a ser feito, mas o investimento na segurança pública do RN está sendo feito.

"Evidentemente, muito ainda precisa ser feito e estamos trabalhando diariamente para proporcionar melhores dias aos potiguares, mas, felizmente, temos conseguido êxito em Mossoró. Nossos policiais estão empenhados, a sociedade tem colaborado e as estatísticas apontam para índices menores de crimes praticados. Esperamos que as próximas notícias sejam ainda melhores, pois estamos ampliando nossa atuação. Quando nossa gestão assumiu, em janeiro de 2011, nem o sistema de rádio das unidades da Polícia Civil funcionava no interior do Estado, as viaturas eram precárias, muitos policiais não tinham armas de boa qualidade, mas hoje a situação é outra.

O Governo tem investido na compra de materiais, na qualificação de pessoal, enfim, começamos 2012 com esperança de dias melhores para todos que moram em terras potiguares”, disse o secretário da Sesed.
Fonte: nominuto.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário