quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

VEJA PASSO A PASSO PARA FAZER UM PLANO DE ESTUDOS PARA CONCURSOS

Lia Salgado é consultora em concursos público e colunista do G1.com

A especialista em concursos Lia Salgado fala sobre como fazer um planejamento para conseguir estudar todas as disciplinas.

Segundo Lia, muitos internautas pedem dicas sobre como organizar seus estudos e fazer um quadro de horários. Os internautas Benedito Alves, Carlos Mota, Roseli Silva, Edgar Andrade, Christ e Mônica Cabral pediram para que a colunista fizesse uma programação de estudos.

Como exemplo, Lia utilizou o concurso da Polícia Federal para 534 vagas de nível médio e salário de R$ 3.300.  "Mesmo que esse não seja o seu concurso, considere as nossas orientações e monte o seu quadro", indica.

Calendário
Para começar o planejamento, os candidatos devem ter um calendário. Os dias devem ser divididos em três turnos. É importante destacar os feriados nacionais, estaduais e municipais. 
Compromissos fixos como trabalho e aulas devem ser marcados.

Outras tarefas, como compras do mercado ou acompanhar o filho em alguma atividade, também devem fazer parte da programação. Compromissos eventuais já marcados, como consultas médicas ou casamento de amigos, vão para o calendário.

Segundo Lia, é importante que o candidato saiba o tempo real que terá para estudar. "Mas, se você perceber que não tem tempo para estudar, talvez seja a hora de planejar sua vida novamente, delegar algumas tarefas ou tirar alguma coisa, pois é preciso ter tempo para sedimentar os conteúdos."

Dicas 
A especialista lembra que as disciplinas devem ser estudadas de forma paralela, para nenhuma cair no esquecimento. Todas devem ser vistas a cada semana ou, no máximo, a cada quinzena.

Outra medida importante é o intervalo de 15 minutos durante o período de estudo e de 1h a 2h entre os turnos. "Intervalos são muito importantes para a produtividade do estudo, só assim o candidato consegue estudar muitas horas por dia, durante meses ou até a aprovação."

Lia lembra que os internautas devem dormir pelo menos 6 horas por noite e comer a cada três horas. Também é importante não trocar de matérias em períodos muito pequenos e alternar disciplinas de extas com as que exigem mais leitura.

As matérias mais difíceis e cansativas devem ser vistas nos dias e horários em que os candidatos rendem mais. Feriados podem ser utilizados para um dia de intensivão com uma disciplina que internauta tenha mais dificuldade.

Para os candidatos que estão começando a estudar agora e têm o dia inteiro para estudar, Lia indica iniciar o projeto com períodos de estudo curtos, de 1h ou 1h30, até que o candidato ganhe condicionamento para estudar por um período maior.

Distribuição das disciplinas
Para quem está estudando antecipadamente, a colunista indica o início dos estudos pelo grupo de matérias básicas e só incluir outras daqui a alguns meses. Assim, o candidato poderá dedicar mais tempo a poucas disciplinas e depois colocá-las em manutenção, fazendo apenas revisões e provas anteriores. Com isso, é possível reduzir o tempo de estudo para esse primeiro grupo e incluir outras matérias.

"Nesse caso, o candidato pode começar reservando o mesmo número de horas para cada matéria e, quando perceber quais disciplinas têm conteúdo mais longo ou mais complexo, deixar mais períodos de estudo para essas", completa Lia.

Já para a preparação para concursos com edital já publicado, o mais indicado é ver quais disciplinas valem mais pontos, pelo número de questões e pelo peso, para dedicar mais tempo a elas.

No caso do concurso para da Polícia Federal, a prova está prevista para 16 de fevereiro. As matérias são: português, informática, raciocínio lógico, atualidades, direito constitucional, direito administrativo, administração, AFO (administração financeira e orçamentária), gestão de pessoas, administração de recursos materiais, arquivologia e legislação.

Considerando a quantidade de matérias e a realidade da maioria dos candidatos, que trabalha e só tem um turno para estudar, Lia indica o uso de duas semanas para distribuir todas.


Inicialmente, as 12 disciplinas podem ser divididas entre seis a cada semana. O sábado pode ser aproveitado para estudar a disciplina que falta e repetir uma da semana, porque será possível fazer dois turnos de estudo.

Veja o planejamento de estudo para candidatos que só podem estudar à noite:
Semana 1SegundaTerçaQuartaQuintaSextaSábadoDomingo
ManhãTrabalhoTrabalhoTrabalhoTrabalhoTrabalhoDisitro constitucionalLivre
TardeAtualidades
NoitePortuguêsRaciocínio lógicoDireito constitucionalInformáticaDireito administrativoLivre
Semana 2SegundaTerçaQuartaQuintaSextaSábadoDomingo
ManhãTrabalhoTrabalhoTrabalhoTrabalhoTrabalhoAFOLivre
TardeLegislação
NoiteAFOGestão de pessoasAdministraçãoAdministração de recursos materiaisArquivologiaLivre

"É pesado começar a estudar para um concurso com tantas matérias, mas vale a pena porque são esperados outros concursos para a área administrativa e a maioria das disciplinas cobradas também caem em outros concursos", ressalta Lia.

*Lia Salgado, colunista do G1, é fiscal de rendas do município do Rio de Janeiro, consultora em concursos públicos e autora do livro “Como vencer a maratona dos concursos públicos”
Fonte: G1.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário