quarta-feira, 23 de novembro de 2011

DELEGADO ESPECIAL DEVERÁ SER DESIGNADO PARA INVESTIGAR MORTE DE PROFESSOR DE UERN

http://1.bp.blogspot.com/-aInVeIx7FDE/Tsxvs18njII/AAAAAAAAQiM/QxfcW9f-n8Y/s200/g7.jpg
Prof. Carlos Magno
A Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) deverá designar um delegado especial para investigar a misteriosa morte do professor Carlos Magno Viana Fonseca, do Campus Avançado Professora Maria Elisa de Albuquerque Maia (Cameam), da cidade de Pau dos Ferros, encontrado carbonizado dentro do porta-malas do seu veículo, um Eco Sport preto, na última segunda-feira, na zona rural de Doutor Severiano.

A designação de um delegado especial está sendo ventilada na Sesed devido ao acúmulo de crimes que estão sendo investigados pelo delegado Inácio Rodrigues, titular da Delegacia Regional de Polícia Civil pau-ferrense. Ao todo, cinco inquéritos estão em fase de acabamento, aguardando apenas resultados dos laudos periciais.

Segundo informações repassadas pelo delegado Inácio Rodrigues, a morte do professor não foi considerada oficialmente porque o corpo encontrado está totalmente irreconhecível,entretanto a namorada e os familiares de Carlos Magno teriam reconhecido os pertences achados dentro do veículo, como sendo dele. "Foram encontrados no carro pedaços de livros queimados,óculos,sandálias,que foram reconhecidas pela família do professor, como sendo as que ele estava usando quando saiu de casa no domingo à noite", explicou o delegado.

Sobre o reconhecimento oficial do cadáver, o delegado destaca que para a polícia somente o laudo do Instituto Técnico e Científico de Polícia (Itep) é que vai poder confirmar cientificamente de quem se trata realmente. "Um corpo foi encontrado totalmente carbonizado dentro do carro dele e ele está desaparecido. Mas a confirmação oficial só através de exames que estão sendo feitos no Itep em Natal", disse.

Em nota divulgada à imprensa, a Reitoria da Uern anunciou luto de três dias. "Embora a confirmação oficial dependa de exames técnicos realizados pela perícia do Itep, diante de um forte clima de pesar e consternação, a Uern, através da direção do campus de Pau dos Ferros, decreta luto de três dias (...) em sinal de respeito aos sentimentos da família, dos alunos e colegas do professor Carlos Magno Viana Fonseca. À comunidade acadêmica e sociedade em geral, a Uern enfatiza que lamenta profundamente a brutalidade e violência que envolvem esse caso", relata a nota da Uern.

Na madrugada de ontem, o corpo do professor foi encaminhado ao Itep de Natal, onde passará por exames mais sofisticados, que o órgão de Mossoró não tem condições de fazer.
Fonte: O Mossoroense

Nenhum comentário:

Postar um comentário