terça-feira, 6 de dezembro de 2011

FIM DE SEMANA VIOLENTO PARA OS MORADORES DA FAVELA DO CACHORRO ASSADO EM MOSSPRÓ

O último fim de semana foi bastante violento para os moradores da Favela do Cachorro Assado, no bairro Barrocas, Mossoró, onde foi registrado quatro homicídios e uma tentativa de homicídio entre o sábado, 03 de dezembro, e a segunda-feira, 05 de dezembro.

O primeiro homicídio ocorreu por volta das 21 horas, na Travessa Reginaldo Soares, na mencionada Favela, tendo como vítima Antônio Fábio do Nascimento de 25 anos, vulgo “Bibinha” que estava em sua residência quando dois homens chegaram e pediram água, ocasião em que “Bibinha” ao se aproximar dos dois elementos foi alvejado com cerca de 11 (onze) disparos de arma de fogo, que lhe atingiram de forma letal.

Ainda nesta favela foram mortos no dia 04 de dezembro, Francisco Josafá da Silva, “Boinho” de 28 anos de idade, Francisco de Assis da Silva Junior, “Ninico” de 28 anos de idade, primo de Boinho e Jackson Wykson dos Santos Dias, de 16 anos de idade, onde segundo informações da policia militar, os três jovens planejavam a morte do cunhado de Antônio Fábio do Nascimento, morto no dia anterior na favela. Os mesmos avisaram que iam matar o homem no meio do velório e chegaram a ser vistos no local.

Os policiais civis de posse da informação desta empreitada criminosa pediram reforço ao CIOSP que enviou para o local viaturas da área do santo Antonio, ROCAM e Força Tática. Os três ao avistarem o reforço policial, se refugiaram em uma residência que foi cercada pela policia. Os jovens passaram a efetuar disparos, os policiais revidaram atingindo os três jovens que ainda chegaram a ser socorridos, mas morreram a caminho do Hospital.

E por fim, para fechar a onda de violência que tomou conta da Favela do Cachorro Assado, durante o velório de Francisco de Assis da Silva Junior e Francisco Josafá da Silva, vulgo “Ninico” e  “Boinho”, respectivamente, que foram mortos em confronto com a polícia no último domingo, uma pessoa foi baleada.

A vítima foi identificada como sendo Mateus Navegantino Avelino de Souza, de 18 anos, que também é primo dos dois rapazes mortos no confronto com a polícia, onde foi atingido por pelo menos quatro disparos de arma de fogo.
Por Antônio Adriano

Nenhum comentário:

Postar um comentário