domingo, 25 de dezembro de 2011

HENRIQUE FAZ BALANÇO DE ATIVIDADE PARLAMENTAR

Henrique Alves fez da articulação e da conciliação a marca da liderança do PMDB na Câmara
Deputado Federal Henrique Alves
O líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, aproveita o início do recesso parlamentar para agradecer aos seguidores do  mandato que o acompanham nas mídias sociais. A interatividade no exercício da atividade parlamentar, através das mídias sociais. A interatividade foi uma das marcas do parlamentar, que está no 11º mandato. O balanço do 41º ano de trabalho como deputado federal é extremamente positivo. Henrique Alves, que comanda uma bancada de  80 deputados, destacou a prestação de contas anual do trabalho da Câmara dos Deputados, feita pelo presidente Marco Maia, por sugestão do líder do PMDB.
Em 2011 foram aprovados 637 projetos, sendo 144 em plenário e 493 conclusivos nas 20 comissões temáticas permanentes. Todos eles tiveram a participação do líder, responsável pela indicação e orientação dos membros do PMDB nas comissões, presidência e relatoria das matérias que couberam ao partido. As comissões especiais e frentes parlamentares também contam com a participação do PMDB.

Henrique ressaltou o papel que  exerce sobre a bancada e a união do grupo quando estão em jogo assuntos de interesse do Brasil e do governo, do qual o PMDB é o principal aliado com a participação do vice-presidente da República, Michel Temer. Ressaltou ainda votações importantes com a presença decisiva do PMDB como a nova política do salário mínimo, a emenda 29 (SUS) e a Desvinculação de Receitas da União. 

Henrique Alves atuou diretamente na ampliação do teto do supersimples e abertura do sistema simplificado de impostos para novas categorias, além de participar ativamente da comissão que busca um acordo para a partilha dos royalties do pré-sal, matéria da qual o líder foi o relator, bem como da 1ª etapa do programa Minha Casa Minha Vida, ampliando o benefício da moradia para municípios com menos de 50 mil habitantes.

A liderança partidária, baseada na articulação e na conciliação, possibilitou um acordo para a votação do novo Código Florestal na Câmara, assegurando atividades econômicas com a extração do sal e criação de camarão em cativeiro. Na última votação de dezembro, ele acompanhou a aprovação da PEC 270 que recompôs os proventos das aposentadorias por invalidez.

Em reunião do PMDB, Henrique Alves foi escolhido antecipadamente, por aclamação, líder do partido pela sexta vez para o exercício de 2012. Já uma pesquisa do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP), aponta que o líder peemedebista é o 4º parlamentar mais influente em matéria de articulação política. Acima dele, na opinião dos "100 Cabeças do Congresso Nacional", só estão os deputados Marco Maia (PT-RS) e Cândido Vaccarezza (PT-SP) e o senador José Sarney (PMDB-AP).

A atuação parlamentar do deputado é intensa, também, em defesa do Rio Grande do Norte. Segundo ele, a construção do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante é estratégica. O empreendimento vai proporcionar para a região metropolitana de Natal cerca de 20 mil empregos na sua operação. "Vamos ter geração de emprego e o aeroporto será a porta de entrada do Rio Grande do Norte", disse.

Recentemente ele acompanhou a governadora Rosalba Ciarlini, em audiência no Ministério da Integração Nacional para reivindicar a liberação de emendas parlamentares para as obras das barragens de Oiticica (Jucurutu), Poço de Varas (Coronel João Pessoa), Bujari (Nova Cruz) e Pedra Branca (Angicos). "São obras hídricas importantes que precisam do apoio do governo federal", lembrou.
Fonte: Tribuna do Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário