sábado, 16 de março de 2013

ROSALBA CIARLINI SE REÚNE COM LÍDERES POLÍTICOS DO RN PARA DISCUTIR REFORMA NO SECRETARIADO

Rosalba tem reunião com aliados
A governadora Rosalba Ciarlini (DEM) viverá hoje (16) à tarde um momento decisivo na trajetória dela à frente do Governo do Estado. Ela se reunirá com líderes do DEM, PMDB e PMN para discutir uma reforma administrativa.

O comando do PR vai levar falta porque o deputado federal João Maia vai estar hoje em Apodi no primeiro encontro regional do partido. A reunião na casa de José Agripino é a terceira realizada em menos de um mês entre os aliados. A primeira foi na casa do presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves (PMDB), em Brasília. Nesta oportunidade foram feitas várias reclamações em relação ao governo. Rosalba prometeu mudar. Mas até a terça-feira passada, quando foi realizada a segunda reunião, não houve a mudança combinada. O encontro de lideranças de hoje serve para sacramentar a reforma no secretariado de Rosalba.
O PMDB sonha indicar nomes para as secretarias de Agricultura e Recursos Hídricos. A legenda também cobra mudanças na saúde e planejamento sem necessariamente ter a prerrogativa de fazer a indicação. Para essas duas pastas, o deputado estadual Kelps Lima é a bola da vez na saúde, e o presidente da Assembleia Legislativa, Ricardo Motta (PMN), teria um nome de sua confiança para indicar.


A questão no planejamento é que Obery Rodrigues é nome de extrema confiança de Rosalba e do chefe do Gabinete Civil, Carlos Augusto Rosado.
O DEM também tem outros nomes para colocar no secretariado. O ex-prefeito de Pau dos Ferros, Leonardo Rego, chegou a ser cotado na saúde, mas o pai dele e o líder do governo, Getúlio Rego, o recomendou publicamente a não aceitar. O ex-prefeito do Natal, Ney Júnior, também é outro nome cotado.


CLIMA
Mais uma vez espera-se um clima pesado na reunião de hoje. O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves, voltou a criticar a governadora e dar um ultimato para que ela faça mudanças até o fim do mês. A governadora preferiu se esquivar em entrevista ao Jornal de Hoje, afirmando não ter lido nada sobre as declarações de Henrique.

Raimundo Fernandes diz que hoje apoiaria reeleição da “Rosa”
O deputado estadual Raimundo Fernandes (PMN) evitou garantir apoio à reeleição da governadora Rosalba Ciarlini em 2014. Em entrevista à TV Tribuna, ele disse que, se o pleito fosse hoje, ele estaria ao lado dela, mas sobre o ano que vem evitou dar garantias.

Ele indicou que, se a governadora não reverter o quadro negativo, o grupo que hoje integra o governo deve indicar um outro nome. "Tenho quase convicção de que não existe ansiedade dela por uma reeleição. Ela sabe muito bem analisar o momento, e os seus companheiros de partido sabem disso perfeitamente. Tendo capacidade de disputar a reeleição, deverá ser (candidato). Não tendo, os seus companheiros que lhe dão sustentação conversarão para encontrar uma solução para disputar a eleição em pé de igualdade ou em melhor situação dos que estão na oposição", avisou.

Sobre o apoio dele à reeleição de Rosalba, Raimundo Fernandes disse que hoje defende a candidatura dela. No entanto, ele fez a ressalva de que não é o momento para se tratar disso. "Eu defendo a reeleição de Rosalba neste momento, sim. Até porque estou na máxima do deputado, presidente da Câmara, Henrique Alves, de que 2013 não é o momento de se discutir reeleição para governador do Rio Grande do Norte", destacou.

Sobre o PMDB, Raimundo Fernandes declarou que a legenda é imprescindível ao governo. "O PMDB é de fundamental importância para o projeto político de Rosalba. Se o PMDB não fizer parte do governo, nós deveremos conversar... e se Deus nos permitir, ter um candidato para disputar essa eleição", acrescentou.

Apesar das declarações Raimundo disse defender uma composição com DEM, PMDB, PMN e PR. "É isso que quero. É isso que defendo. Sem ansiedade e açodamento. Valorizando esses companheiros que estão ao nosso lado", frisou.
Bruno Barreto
Editor de Política
Fonte: O Mossoroense

Nenhum comentário:

Postar um comentário