sábado, 8 de março de 2014

ELEIÇÕES 2014: G10 COMEÇA A OUVIR LÍDERES, MAS TENDÊNCIA É FECHAR COM PMDB

O G10, grupo de dez pequenas legendas reunidas na eleição estadual, iniciou a rodada de conversas com as principais lideranças políticas do Estado. A informação é do senador Paulo Davim, presidente estadual do Partido Verde. O grupo já conversou com Henrique Eduardo Alves e Garibaldi Filho, do PMDB, e já tem agendados os encontros com Wilma de Faria (PSB), Robinson Faria (PSD) e Fátima Bezerra (PT), na próxima semana.

A tendência do G10 é o apoio ao projeto do PMDB, admitiu Paulo Davim. Mas ele ressalta a importância dos encontros partidários porque as dez legendas reunidas vão trabalhar em bloco tanto na chapa majoritária quanto na proporcional. Além do PV, o G10 é composto pelo PMN, PSDC, PEN, PRP, PSL, PHS, PTC, PTN e PTB.

Segundo Paulo Davim, a impressão do grupo é que o candidato do PMDB ao governo é Henrique Eduardo Alves. As pequenas legendas acreditam também que a aliança com Wilma de Faria está praticamente fechada. A vice-prefeita de Natal deverá ser confirmada como candidato ao Senado.


Paulo Davim afirmou que o G10 formará uma coligação para a Assembleia Legislativa e deverá participação de outra coligação para a Câmara Federal, se juntando aos demais partidos que formarão a chapa majoritária.

A expectativa do G10 é eleger 3 deputados estaduais e pelo menos 1 para a Câmara Federal. "As pequenas legendas decidiram se reunir no G10 para facilitar a conversa com os partidos mais poderosos", explicou o senador do PV.

Se optar pelo PMDB, o G10 deverá se juntar ao bloco formado pelo PMDB, PR, PSB, PSDB, PPS, PS (Solidariedade) e PDT. Paulo Davim considera que a coalização partidária "será fortíssima, quase imbatível".

Fonte: Nominuto.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário