domingo, 30 de março de 2014

HENRIQUE ALVES: “ESSE É O MOMENTO MAIS IMPORTANTE DA MINHA VIDA PÚBLICA”

Depois de 11 mandatos consecutivos como deputado federal e uma assunção ao cargo de presidente da Câmara Federal, Henrique Eduardo Alves, do PMDB, vive o momento mais importante de sua vida pública: a disputa pelo Governo do Estado. A confirmação foi dada na tarde de hoje (28), no hotel Praiamar, ao lado dos aliados, Wilma de Faria, do PSB, com nome lançado para o Senado Federal, e João Maia, do PR, que será o candidato a vice-governador.

“Esperei 44 anos para viver este momento, que é o mais importante da minha vida pública”, afirmou Henrique Alves, visivelmente emocionado e ressaltando, em vários momentos, a lembrança do pai, Aluizio Alves, que também foi governador do Estado e tinha o sonho de ver Henrique no mesmo cargo.

Wilma de Faria, que será lançada senadora, evitou confirmar a candidatura, talvez com receio de isso ter consequências na Justiça Eleitoral. “Estamos discutindo e ainda vamos continuar discutindo isso”, afirmou a atual vice-prefeita de Natal, que também era cotada para ser candidata ao Governo, cargo que já ocupou, mas preferiu abrir mão para concorrer ao Senado. “Eu também poderia pensar de outra forma (ser candidato ao Executivo), mas eu estou querendo a paz, somar forças em prol do Rio Grande do Norte”, acrescentou a pessebista.


João Maia foi o mais comedido. Não discursou e, quando questionado o que faltava para ser confirmado como vice da chapa, disse “está faltando o dia 5 chegar”. Para o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, do PMDB, não restam dúvidas que ele será o nome para o cargo. “Quero dizer, antes que pairem dúvidas, que o nosso candidato a vice é o deputado João Maia”, garantiu Garibaldi.

A questão envolvendo a presença de João Maia na chapa começou a ser levantada nesta semana, quando especulou-se a presença de um nome do PDT no cargo. O prefeito de Parnamirim, Maurício Marques, pedetista, confirmou o convite. O prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, presidente estadual do PDT, negou a história. “Não fomos convidado a nada”, afirmou ele, confirmando o apoio: “estaremos ao lado de Henrique nesta disputa”.

A chapa PMDB, PR e PSB será apoiado não só por PDT, mas também por PROS, PSC e outras várias siglas. “Aqui se forma o mutirão pelo desenvolvimento do Rio Grande do Norte”, afirmou o presidente da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Ricardo Motta, líder do PROS no RN. Por sinal, esse discurso parecia até ensaiado, uma vez que todos sempre se referiam a necessidade de união para livrar o RN da atual situação de crise financeira.

Tão ensaiado e repetido que, até quando o quente auditório do Praiamar apagou, com uma queda de energia, Henrique brincou: “Essa é a escuridão que tomou conta do RN, mas que nós vamos burla-la”.
Fonte: Portal no Ar

Nenhum comentário:

Postar um comentário