quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

PRESÍDIO FEDERAL DE MOSSORÓ RECEBE PRESOS DO RIO DE JANEIRO


Os traficantes cariocas Fabiano Atanázio da Silva, o "FB", e Luiz Cláudio Serrat Correa, conhecido como "Claudinho CL", desembarcaram nesta quarta-feira, às 19h, no Aeroporto Governador Dix-sept Rosado de Mossoró-RN em uma aeronave da Polícia Federal.

Segundo informações do agente penitenciário federal comandante da  escolta, o avião decolou de Brasília no período da manhã com destino ao Rio de Janeiro.

Os traficantes saíram do Complexo Penitenciário de Gericinó, na zona oeste do Rio, onde estavam presos, às 14h40 e embarcaram por volta das 15h45 (horário de Brasília) no Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim, no Rio de Janeiro. Antes de chegar a Mossoró-RN, a aeronave fez uma escala para abastecimento na cidade de Petrolina, no Estado do Pernambuco.

Além dos dois traficantes, dez agentes penitenciários federais e três tripulantes da Polícia Federal seguiram no voo que conduzia "FB" e "Claudinho CL".
Um forte esquema de segurança foi montado entorno do Aeroporto Governador Dix-sept Rosado. Cerca de 30 agentes penitenciários federais cercaram todos os acessos ao aeroporto. Somente os profissionais da imprensa que estavam credenciados tiveram acesso ao estacionamento e ao saguão do aeroporto.

O comboio contendo três caminhonetas, um micro-ônibus e um carro-cela, partiu com destino ao Presídio Federal às 17h55, horário local. Os traficantes foram levados ao Instituto Técnico-científico de Polícia (ITEP) de Mossoró para realização de exames de corpo de delito.

Segundo informações da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP), o pedido de transferência dos criminosos foi feito na segunda-feira pelo secretário de Segurança do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, e autorizado pelo Tribunal de Justiça do Estado.

Preso no interior de São Paulo, na sexta-feira passada, "FB" era um dos bandidos mais procurados pela polícia, tanto no Estado de São Paulo como no Rio de Janeiro. O ex-chefe do tráfico na Vila Cruzeiro e no Complexo da Penha estava foragido desde 2002, quando fugiu com 40 presos da Casa de Custódia Jorge Santana, em Bangu, através de túnel de 15 metros. A polícia carioca chegou a oferecer uma recompensa de R$ 10 mil por informações que levassem à captura do traficante.

Fabiano Atanázio tem 16 mandados de prisão por tráfico, homicídio, roubo, falsidade ideológica e uso de documento falso. Em 2007, ele chegou a tentar tirar uma nova Carteira de Identidade com o objetivo de montar patrimônios com outros nomes, tanto na Região dos Lagos, no Rio, como no Nordeste do Brasil.

A chefe de Polícia Civil, Martha Rocha, destacou que 20 traficantes ‘importantes’ foram presos no período de 11 meses em que está em gestão. Oito deles seriam foragidos do Alemão.
Fonte: DN Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário