sábado, 23 de julho de 2011

PROFESSORES DA UERN NÃO ACEITAM PROPOSTAS DO GOVERNO E GREVE CONTINUA

O presidente da Associação dos Docentes da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (ADUERN) resumiu a reunião que teve com chefe do Gabinete Civil do governo do Estado, Paulo de Tarso Fernandes, da seguinte forma, “foi uma piada de mau gosto” disse Flaubert Torquato.

Disse ainda o representante da ADUERN que a proposta do governo foi considerada um desrespeito à categoria, uma vez que o aumento salarial seria escalonado em três anos, com 7,46% em 2012, 2013 e 2014.

Com isso nós alunos da UERN que estávamos esperando que a greve terminasse com a reunião que ouve nesta última quinta-feira, 22 de julho, ficamos bastante tristes com essa informação do presidente da ADUERN.

Infelizmente o Governo do Estado não está nem um pouco preocupado com os alunos da universidade, pois até agora não houve por parte do Governo um real interesse em acaba com a greve, onde estamos acreditando que a governadora está querendo vencer esse movimento grevista apenas pelo cansaço.

O prejuízo causado aos alunos é imenso, pois já se passaram quase 55 (cinqüenta e cinco) dias de greve e não vemos uma proposta convincente do Governo.

Ficamos na torcida de que a governadora do Estado se sensibilize não só com os professores mas também com os alunos, que afinal de conta são os maiores prejudicados nesta queda de braço entre grevistas e Governo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário