domingo, 13 de janeiro de 2013

CONFIRA OS 28 CONCURSOS FEDERAIS ESPERADOS PARA 2013


O ano promete boas oportunidades para quem procura um emprego público no governo federal. Pelo menos oito ministérios foram autorizados a realizar novas seleções neste ano e devem divulgar em breve os editais com as especificações das provas. A Fazenda terá mais oportunidades: serão 650 vagas, divididas em duas seleções distintas.

Entre as agências reguladoras, três devem divulgar seus editais ainda neste ano. São elas: Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), que vão selecionar, respectivamente, 82, 165 e 135 novos funcionários.

Outro concurso aguardado é o do Banco Central, que desde o ano passado espera autorização do Ministério do Planejamento. Em dois anos, a autoridade perdeu 800 funcionários que se aposentaram e, até 2014, mais 1,4 mil servidores devem deixar o BC, de acordo com Sergio Belsito, presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central.

“O Planejamento deve liberar metade das 1.850 vagas pedidas pelo BC. Então é provável que seja necessário outro concurso em 2014″, afirma Belsito. “O BC está deixando de lado projetos de longo prazo por conta da falta de funcionários”, garante. Segundo ele, a autoridade monetária precisa de funcionários em ambos os níveis de capacitação, médio e superior.

Nos Correios, há também expectativa de contratações. O órgão deve convocar 6,6 mil aprovados do concurso em 2011, em duas etapas, uma em janeiro e outra em abril. Além disso, um novo concurso deve ser lançado ainda no primeiro trimestre deste ano. O número de vagas, cargos e localidades ainda estão sendo definidos.

Só em âmbito federal, cerca de 8 mil vagas devem ser preenchidas. Destas, o Orçamento de 2013 prevê que 3,5 mil serão destinadas à substituição de empregados terceirizados que estão em desacordo com a legislação.

O Orçamento, contudo, prevê a contratação de até 37 mil novos servidores para a administração federal. A cifra cresce para 63 mil se consideradas as outras instâncias – estados e municípios. Mas esse número é muito mais uma previsão que de fato o que ocorrerá em termos de contratação. Com essa folga, o governo tem margem para ampliar seu quadro de funcionários de acordo com as necessidades que surgirem ao longo do ano. Para se ter uma ideia, o Orçamento de 2012 previa a contratação de 54,7 mil funcionários, mas o ritmo de nomeações foi bem menor: 16.650.

Autorização x edital

Depois de autorizado, um concurso deve ter seu edital publicado em até seis meses. Os concurseiros devem aproveitar esse período para colocar os estudos em dia. Um conselho sempre válido é procurar os editais e provas antigos para ficar por dentro dos conteúdos exigidos. Mas atenção: a estratégia nem sempre funciona, porque o estilo da prova muda de organizadora para organizadora e, além disso, o órgão pode escolher abordar novos temas.

Onde mais?

O emprego público, claro, não se limita à administração federal e aos órgãos de abrangência nacional. Estados e municípios também precisam de pessoal para tocar a sua administração. Os detalhes sobre as seleções de maior alcance você poderá acompanhar ao longo do ano pelo blog.

Quadro de vagas
Aeronáutica     140
Advocacia Geral da União (AGU)     560
Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) 82
Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT)    135
Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) 165
Banco Central     não definido
Ministério das Cidades     130
Comando da Aeronáutica     241
Comando do Exército     136
Comando da Marinha     66
Correios     não definido
Departamento Penitenciário Nacional     291
Departamento da Polícia Rodoviária Federal     138
Ministério da Educação     167
Ministério da Fazenda     255
Ministério da Fazenda 2     347
Fundacentro     30
Ibama     61
INPI     250
Ministério da Integração Nacional     122
Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA)     13
Ministério da Justiça     110
Ministério do Planejamento     51
Previc     50
Ministério das Relações Exteriores     30
Ministério da Saúde     265
Serpro     360
Telebrás     75

Nenhum comentário:

Postar um comentário